CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Confira a história em quadrinhos de Nossa Senhora de Fátima!

Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
O Segredo de Teresinha

A pequena doutrina

Diante do amor misericordioso de Deus que se abaixa em direção a nós, que resposta nos resta senão devolver a Ele o mesmo amor com que fomos amados?

Como fazer isso, é o que Santa Teresinha nos ensina com sua pequena doutrina, exposta no Manuscrito B. Nesta aula, vamos começar a analisar esse escrito basilar de Teresa, segundo o qual “Jesus não pede grandes ações, mas unicamente o abandono e a gratidão”.

617

Depois de termos visto que o amor misericordioso de Deus se rebaixa em busca das pequenas almas, vamos agora tratar de nossa resposta ao Amor Misericórdia. Tal resposta não consiste em buscarmos algo dentro de nós para responder a Deus, mas sim em devolver a Ele o mesmo amor com o qual fomos amados. De nossa parte, só nos cabe permitir que Ele nos ame, sem dificultar o seu projeto de amor; e, em seguida, retribuir-lhe o amor.

Por isso, vamos agora analisar, na pequena doutrina de Teresinha, como essa resposta de amor deve ser realizada, através de uma visão panorâmica do Manuscrito B, que é uma carta para sua madrinha e irmã mais velha, a Irmã Maria do Sagrado Coração, que havia lhe pedido para explicar a sua pequena doutrina. Teresinha já inicia manifestando sua dificuldade de expressar aquilo que é indizível, mas que se esforçaria para fazê-lo: “Tentarei, contudo, balbuciar algumas palavras, embora sinta que é impossível à palavra humana traduzir coisas que o coração humano pode apenas pressentir...” [1].

E, no esforço da eloquência de quem contemplou as verdades divinas mas não encontra palavras para expressá-las, Teresinha abre, ao acaso, um livro — mais...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos