CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assine agora
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
As Navegações Portuguesas

São Nuno e a Batalha de Aljubarrota

Ocorrida em 14 de agosto de 1385, a Batalha de Aljubarrota, chefiada por Nuno Álvares Pereira, o Santo Condestável, foi decisiva para o futuro do Reino de Portugal e das navegações portuguesas.

imprimir

Vimos na última aula que, antes de se alçar ao ápice de sua história, o reino português esteve afundado numa profunda crise moral. Crise essa marcada, como vimos, pelo efeminamento dos homens da corte. Dizíamos que entrou em Portugal a moda do amor cortês e com ela a ideia egoísta de que mesmo os reis deveriam buscar nos relacionamentos amorosos, antes de tudo, o contentamento pessoal, independente das consequências que isso traria para o seu povo. 

Foi esse sentimento que moveu Dom Pedro no seu trágico romance com Inês de Castro. Foi também ele que levou Dom Fernando, filho de Pedro, a casar-se com Dona Leonor Teles e, com isso, colocar o reino mesmo em grave perigo de morte. 

Dom Fernando, que tinha pretensões de ser rei de Castela, entrou para a história como “o Inconstante”, exatamente porque lhe faltavam as virtudes necessárias para um bom governo. A começar pela abnegação, que sempre levou seus antecessores a se casar com nobres estrangeiras visando, com essas alianças dinásticas, o bem de Portugal. Ignorando isso, ele optou por casar-se com uma portuguesa que, para piorar, já era casada. Evidentemente a história não foi bem digerida pelo povo,...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos