CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Participe do nosso aniversário!

  • O aniversário é nosso, mas o presente é seu. Confira as ofertas:
  • Inscreva-se com 40% de desconto no plano anual;
  • Oportunidade de assinatura vitalícia. Um único pagamento para estudar conosco para sempre.
Assine agora
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Direção Espiritual: Aprenda a Rezar

É preciso rezar, e rezar muito

Diz que, se a semente da graça é divina, para ela ser movida são necessários movimentos divinos: as graças atuais. Mostra a necessidade da oração, pois é principalmente nela que alcançamos as graças atuais.

1840

Retomamos nosso curso de direção espiritual, no segundo módulo, para aprender concretamente a ter uma vida de oração. Antes de iniciar a parte prática, estamos colocando as bases para enxergar a necessidade da oração, porque sem essa visão, não conseguiremos rezar de forma eficaz, isto é, a oração não será um meio de santificação.

Ser santo é agir divinamente, o que só é possível participando da natureza divina. Para isso, vimos ser necessário ter a graça santificante, dom criado por Deus, embora de ordem sobrenatural. No Salmo 50, com efeito, ao pedir a Deus que o renove espiritualmente, Davi usa justamente o verbo “criar”: “Criai em mim um coração que seja puro”. É o mesmo verbo, bará (heb. בארה), empregado pelo Gênesis na narrativa da Criação: “No princípio, criou Deus o céu e a terra” (1, 1). Por isso dissemos que a graça, embora esteja além da ordem natural, é todavia uma realidade criada mediante a qual Deus nos faz participar de sua natureza.

Essa graça, chamada habitual por estar na alma humana ao modo de qualidade estável, é comparada pelos autores espirituais a uma semente, para significar que ela está para a santidade como o grão para a planta, isto...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos