CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assine agora
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Direção Espiritual: Aprenda a Rezar

Oração mental ou meditação? Há diferença?

Embora os autores nem sempre as distingam, oração mental e meditação não são a mesma coisa, mas a diferença entre elas só fica clara à luz de outra: entre oração mental e oração vocal.

imprimir

Os autores frequentemente empregam estes termos como sinônimos. Mas, por questões de precisão conceitual, é necessário dizer que a oração mental consiste em um grande gênero do qual a meditação é uma espécie. Para resolvermos essa ambiguidade, antes precisamos entender a diferença entre oração mental e oração vocal.

a) Oração mental é a aplicação da mente às coisas divinas, seja dialogando interiormente seja refletindo sobre uma verdade da fé. Trata-se daquela oração em que conversamos com Deus ou pensamos nas coisas do céu apenas em nossa mente, sem movimentar os lábios. A oração mental é totalmente interior, pois é feita somente no pensamento. Seria, por exemplo, o diálogo interior que fazemos com Nosso Senhor na ação de graças.

b) Oração vocal é aquela que se manifesta externamente com palavras. Trata-se daquela oração em que mexemos os lábios, ainda que não falemos em voz alta. A oração vocal é sempre exterior, pois é feita com a movimentação dos lábios, ainda que o som das palavras não seja audível. Um exemplo seria a recitação do Terço em voz alta ou somente mexendo os lábios. Neste sentido, se uma pessoa rezasse o Terço ou o Breviário sem sequer mover...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos