CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Fechar

Apresentação do curso

A origem da família humana deve ser buscada, como em sua raiz, não em supostos “pactos de conveniência” ou numa pretensa “imposição masculina” que se arrasta pelos séculos, mas naquele misterioso desígnio pelo qual o autor da natureza, após criar o homem e a mulher, disse ao primeiro casal: “Crescei e multiplicai-vos” (Gn 1, 28).

Radicado na própria criação, o Matrimônio é uma instituição não apenas humana, mas divina: divina por proceder do próprio Deus, que o quis livremente, e por ter sido elevado pelo restaurador do gênero humano à sua antiga dignidade, fragilizada pelo pecado, e à condição de verdadeiro e grande sacramento da Nova Aliança (cf. Ef 5, 32).

Dedicado inteiramente ao estudo do Matrimônio, este terceiro curso do projeto “Como Ser Família” enfocará, de modo especial, aqueles aspectos da espiritualidade matrimonial que, nestes tempos de crise, urgem ser lembrados, defendidos e, sobretudo, vividos com fidelidade. Ao longo destas aulas, você irá descobrir não só o que é o Matrimônio, seus fins e propriedades, mas também o porquê de a Igreja opor-se com voz profética a toda prática que atente contra o bem da família e a casta fecundidade do casal.

Aulas do curso18 Aulas | 04:04:33

Bens do Matrimônio à luz da fé

02:27:47
10:39Sacramento, o terceiro bem do Matrimônio
07. Sacramento, o terceiro bem do Matrimônio
Além da prole e da fidelidade, o Matrimônio, quando contraído entre fiéis batizados, possui um terceiro bem que desde Santo Agostinho se convencionou chamar sacramento. Esse bem se refere à elevaçã...
11:16Os filhos e a vocação sobrenatural do homem
08. Os filhos e a vocação sobrenatural do homem
Os filhos, como sempre sentiu e ensinou a Igreja, são o primeiro e o maior dos bens do Matrimônio. É em função deles, antes de mais nada, que um homem e uma mulher se unem em santo casamento, não a...
09:23Ainda é possível ter uma família numerosa?
09. Ainda é possível ter uma família numerosa?
Embora reconheça a fraqueza humana e as difíceis condições dos tempos atuais, a Igreja, mantendo-se fiel aos ensinamentos de seu divino Fundador, ensina que todo ato conjugal deve manter-se aberto ...
09:16O efeito abortivo dos anticoncepcionais
10. O efeito abortivo dos anticoncepcionais
O ensinamento da Igreja, ao mesmo tempo em que condena justamente todo e qualquer meio que impeça o ato sexual de chegar às suas consequências naturais, reconhece a legitimidade de os casais regula...
09:15Por que os anticoncepcionais são maus em si mesmos?
11. Por que os anticoncepcionais são maus em si mesmos?
Toda prática sexual que vise impedir deliberadamente a transmissão da vida não somente priva o ato conjugal de seu significado de amor mútuo e verdadeiro, mas ainda perverte o fim primário para o q...
14:05É lícito espaçar os nascimentos?
12. É lícito espaçar os nascimentos?
Coerente com o seu ensinamento segundo o qual é sempre ilícito e imoral o uso de meios diretamente contrários à fecundação, a Igreja afirma também que o casal pode, sim, desde que por motivos sério...
16:13Práticas contrárias à fidelidade matrimonial
13. Práticas contrárias à fidelidade matrimonial
A fidelidade conjugal, um dos bens do matrimônio, não consiste apenas na guarda do corpo. Pois o adultério começa no coração, e é por isso que todo olhar de cobiça lançado para esta ou aquela pesso...
12:27Unidade e indissolubilidade do Matrimônio
14. Unidade e indissolubilidade do Matrimônio
Ao se unirem em santo matrimônio, homem e mulher passam a formar uma só carne, tornam-se membros de um só corpo. É por isso que o casamento, segundo o projeto de Deus, é uno e indissolúvel. Um corp...
09:14Um consórcio íntimo de toda a vida
15. Um consórcio íntimo de toda a vida
O matrimônio é, em sua raiz mais profunda, uma aliança de amor que gera entre os esposos uma comunhão íntima de toda a vida, ordenada por sua própria índole natural ao bem dos filhos. O casamento s...
19:45A mulher deve ser “submissa” ao marido?
16. A mulher deve ser “submissa” ao marido?
Nesta aula, Padre Paulo Ricardo aborda um tema mais do que delicado, incômodo para alguns, escândalo para muitos: a autoridade do marido e a submissão da mulher. Ainda faz sentido seguir defendend...
10:39Os amigos do amor conjugal
17. Os amigos do amor conjugal
O amor conjugal é como uma flor que requer uma série de cuidados: adubo, água, luz, poda, atenção diária. Deixá-lo de lado, descuidando de suas necessidades mais fundamentais, seria como enfiar uma...
15:35Os inimigos do amor conjugal
18. Os inimigos do amor conjugal
O amor conjugal, assim como pode crescer e amadurecer, pode também esfriar-se e até mesmo desaparecer, se o casal não tomar a peito a grande missão de alimentá-lo continuamente. Afetos desordenado...
Download do Material
Aulas do CursoMaterial para downloadComentários

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.