CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assine agora
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Ensina-nos a orar

Estar na presença de Jesus Ressuscitado

O que os Apóstolos tinham quando caminhavam com Jesus em Nazaré nem se compara ao que todos nós podemos ter hoje, através da fé. Descubra o que mudou em nossa relação com Cristo após a Ressurreição e como podemos entrar em contato íntimo com sua humanidade gloriosa.

imprimir

O essencial para fazer bem uma oração vocal é estar na presença de Jesus ressuscitado. Essa presença realiza-se em nossas vidas por meio de um ato de fé e é maior que aquela com a qual os Apóstolos tiveram contato enquanto caminhavam com o Senhor. Para os Apóstolos, a presença de Cristo podia ser visível, mas era uma presença física; em nós, a presença de Cristo pode até ser invisível, mas é uma presença espiritual, capaz de aumentar em profundidade.

Observemos como Deus nos foi revelando pedagogicamente a sua presença. Primeiro, Nosso Senhor encarnou-se, veio até a humanidade, anunciou a Palavra de Deus e realizou milagres, até que finalmente surgiu a chama da fé no coração dos Apóstolos. Quando Simão Pedro fez seu ato de fé, Jesus lhe disse: “Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus” (Mt 16, 17). Ou seja, a fé vem de uma ação divina, e não de efeitos sensíveis ou afetivos. Em Pedro, porém, o ato de fé ainda não era consistente e, justamente por isso, ele acabou traindo Jesus. Assim, a fé de Pedro e dos Apóstolos acabou morrendo, vindo a ser reavivada na Ressurreição de Cristo.

No...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos