CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assine agora
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Ensina-nos a orar

Quais os remédios para as distrações involuntárias na oração?

Humildade, perseverança e apostolado: conheça as três armas que Deus põe a nossa disposição para combatermos as distrações involuntárias na hora de rezar.

imprimir

Nas aulas anteriores, já falamos que há dois tipos de distrações: as voluntárias e as involuntárias. Para as distrações voluntárias, o remédio é muito simples: reconhecer a própria miséria, converter-se e esforçar-se para viver de forma virtuosa.

Já em relação às distrações involuntárias, primeiro é necessário compreender que não adianta usar uma força de vontade excessiva. Precisamos de equilíbrio e discernimento ao lidar com as distrações, para não sermos nem laxos a ponto de ficarmos totalmente dispersos, nem rigorosos, a ponto de nos sufocarmos e violentarmos interiormente.

Considerando que as distrações, de certa forma, estão ligadas às paixões desordenadas, um primeiro remédio para as distrações é a vida de apostolado, deixando-nos consumir pela salvação dos irmãos. Essa doação amorosa de si mesmo vai colocando em ordem o nosso mundo interior e as nossas paixões. O apostolado, por amor a Deus, traz muitos benefícios para nossa vida espiritual, contribuindo sobretudo para o nosso progresso na oração.

Além disso, é necessário desenvolver duas virtudes muito importantes: a humildade e a perseverança. A humildade, para entendermos que somos...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos