CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Próxima Como rezar com as Sagradas Escrituras?Ensina-nos a orar
Cancelar
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Ensina-nos a orar

Quais livros devo escolher para minha leitura meditada?

Na hora de escolher um livro para a sua meditação, é importante seguir alguns critérios para não se perder na hora de rezar, nem se alimentar com coisas impróprias.

Nesta aula do curso “Ensina-nos a orar”, Padre Paulo Ricardo dá algumas dicas para que você escolha bem o seu livro de oração. Assista e faça a sua seleção!

imprimir

O primeiro critério para definir se um livro é adequado para a nossa meditação consiste em saber se ele nos conduz a Jesus Cristo, Palavra de Deus encarnada.

Aqui, é necessário ressaltar que, no início, por dificuldades de compreensão, algumas pessoas se sentem incapazes de meditar as SS. Escrituras. Por isso, é aconselhável utilizar um livro de algum autor católico, cujas ideias estejam em consonância com a sã doutrina. Nesse sentido, os livros escritos por santos oferecem um conteúdo sólido e seguro para nos levar a Cristo.

Da necessidade de ser Jesus o centro de nossa meditação nos fala, com sua peculiar clareza, S. João da Cruz, na Subida do Monte Carmelo: “Porque em dar-nos, como nos deu, o seu Filho, que é a sua Palavra única (e outra não há), tudo nos falou de uma vez nessa Palavra, e nada mais tem para falar” [1]. Precisamos, portanto, estar em contato com Jesus, porque Deus nada nos tem a dizer além do que disse em e por Jesus Cristo.

É preciso evitar na meditação a leitura de livros de caráter excessivamente especulativo, que podem com facilidade nos levar a divagações intelectuais que, em vez de nos conduzirem a um contato pessoal com Cristo, não fazem mais do que meter-nos no árido terreno das controvérsias teológicas.

Na leitura meditada, nosso objetivo fundamental é, unindo-nos a Nosso Senhor, experimentar os mistérios do amor de Deus, como nos exorta o mesmo S. João da Cruz: “Põe os olhos só em Cristo e acharás mistérios ocultíssimos e tesouros de sabedoria e grandezas divinas nele encerrados, segundo o testemunho do Apóstolo: ‘Nele estão encerrados os tesouros da sabedoria e da ciência’ (Cl 2,3)” [2].

Jesus Cristo é esse tesouro escondido que devemos descobrir na meditação. Se estamos em estado de graça, Ele já habita nossa alma como Amigo. Com base nesta amizade, precisamos nos encontrar com Ele, para amá-lO mais profundamente.

É muito difícil, porém, amar alguém a quem não conhecemos. É a leitura meditada que nos proporcionará o conhecimento necessário para amarmos de volta Aquele que desde o princípio nos amou.

Para isso, um tema muito proveitoso para a leitura meditada é a Paixão de Cristo: nela, o amor de Deus por todos nós se manifestou de forma extraordinária.

Vale a pena recordar ainda a recomendação de S. Paulo aos coríntios: “Entre vós, não busqueis saber de outra coisa a não ser Jesus, e este crucificado” (1Cor 2, 2). Este é o centro de tudo: a Paixão de Cristo, prova de seu amor por nós. Este é um frutuoso tema para nossas leituras, onde devemos buscar conhecer a Nosso Senhor e compreender com que amor Ele nos amou.

Referências

  1. S. João da Cruz, Subida do Monte Carmelo, livro II, c. XXII, n. 3. In: “Obras Completas”. 7.ª ed. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 280.
  2. Id., ibid., n. 6 (p. 282).
Material para Download
Aulas do curso
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.