CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assine agora
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Catequese para Adultos

As coisas visíveis e invisíveis

Tudo o que está à nossa volta, do menor grão de areia à mais portentosa das galáxias, foi criado livremente por Deus. Mas as obras do Senhor não se resumem ao que vemos e tocamos ou podemos descobrir com instrumentos de laboratório.

Além do mundo visível da matéria, existe um mundo invisível, que nem por isso deixa de ser menos real. Pelo contrário, trata-se da dimensão mais rica e profunda de toda a criação.

imprimir

O primeiro artigo de fé, ou seja, o primeiro dogma em que devemos crer afirma que Deus é Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra. Vimos, em primeiro lugar, que o homem, guiado apenas com a luz natural da razão, é capaz de alcançar um conhecimento certo e seguro da existência de um Deus criador e onipotente, inteligência ordenadora de todo o cosmos.

Vimos também que esse mesmo Deus, por meio das SS. Escrituras, revelou-nos a verdade do seu poder criador, que consiste não só em produzir as coisas do nada (ex nihilo), mas ainda em conservá-las continuamente no ser. É por esta razão que dizemos que Ele está intimamente presente em todas as coisas e lugares, não ao modo de um “fluido” sutil e misterioso que tudo penetra, mas com o seu poder e a título de causa primeira da qual dependem todos os seus efeitos.

Precisamos agora dar um passo a mais e centrar-nos num outro ponto específico da nossa fé católica. Cremos, pois, que Deus criou todas as coisas, quer dizer, o céu e a terra. Mas o que, precisamente, queremos dizer com essas duas palavras: “céu” e “terra”?

Pois bem, o Símbolo niceno-constantinopolitano, cuja origem estudaremos noutra aula, especifica...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos