CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Participe do nosso aniversário!

  • O aniversário é nosso, mas o presente é seu. Confira as ofertas:
  • Inscreva-se com 40% de desconto no plano anual;
  • Oportunidade de assinatura vitalícia. Um único pagamento para estudar conosco para sempre.
Assine agora
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Catequese para Adultos

Qual é a única Igreja de Cristo?

Trata-se de um fato inegável: o cristianismo encontra-se dividido em muitíssimas “igrejas”, cada uma das quais, com suas diferenças de crença, culto e organização, reivindica para si a honra de ser a única Igreja verdadeira.

É óbvio, por outro lado, que não pode haver mais do que uma só Igreja autêntica e fundada diretamente por Jesus Cristo. Mas onde ela está? Como identificá-la? Que notas permitem reconhecê-la em meio a essa lamentável variedade de “denominações” cristãs?

013

Se o Credo que professamos inclui uma referência explícita à Igreja enquanto objeto de fé, não há dúvidas de que precisamos reconhecer onde se encontra, em meio à variedade de grupos autoproclamados cristãos, a única e verdadeira Igreja de Cristo. Um caminho seguro, muito utilizado pela apologética desde a época das disputas antiprotestantes, é recorrer às quatro notas essenciais da Igreja presentes no Símbolo niceno-constantinopolitano: “Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica”.

Estas notas são não apenas propriedades inseparáveis da Igreja, mas também sinais ou “marcas” distintivas que permitem a qualquer pessoa de boa fé reconhecer que a única Igreja verdadeira só pode ser a Católica Romana, já que apenas nela estão presentes de forma plena e indiscutível as características que, por definição, competem ao Corpo místico de Cristo, a saber: unidade, santidade, catolicidade e apostolicidade.

A Igreja Católica, em primeiro lugar, é una, não só por ser única (ou seja, não há outra Igreja além dela), mas também pela unidade de fé (cf. Mt 28, 18, 20; Lc 24, 47), a mesma para todos os fiéis; pela unidade de governo, centrado na autoridade suprema do Romano...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos