CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Conheça os sacramentos da Igreja com o Padre Paulo Ricardo

Conteúdo gratuito
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Os Dez Mandamentos

Os Dez Mandamentos escritos no coração humano

Os Dez Mandamentos não são lei arbitrárias e antiquadas que, nestes “novos tempos”, podem ser modificadas. Eles foram escritos por Deus não só nas tábuas da Lei, mas também no próprio ser das coisas.

15585336

A história deste curso sobre os Dez Mandamentos, que é, sem dúvida, um dos mais importantes do nosso apostolado, começou há uns onze anos. Foi nessa época que comecei a meditar mais detidamente a respeito da salvação e do caminho de santidade, reparando, mesmo sendo padre, que não tinha recebido uma formação adequada. No fundo, embora me achasse católico, minha cabeça raciocinava como a de um luterano; ou, para melhor dizer, de um nominalista.

Afirmei, agora vou explicar. Um sujeito chamado Guilherme de Ockham, autor medieval, fez o seguinte arrazoado: Deus, que é onipotente, fez o ser humano; mas esse ser humano não tem substancialidade, não possui uma natureza. Na prática, segundo essa visão, o homem pode ser qualquer coisa. Ora, só não estamos diante de um ideólogo do gênero porque Ockham, sendo medieval, não dizia que o homem pode ser, conforme seu arbítrio, mulher, cachorro ou girassol. Dizia que o homem pode, sim, ser qualquer coisa, mas de acordo com a vontade de Deus. 

Por exemplo: para ele, o Primeiro Mandamento, que é “amar a Deus sobre todas as coisas”, podia se transformar, se assim quisesse o Criador, em “odiar a Deus sobre todas as coisas”. Se...

Conteúdo gratuito, inscreva-se e assista!
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos