CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Esta aula é restrita aos assinantes
Quero assinarJá sou assinante
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Credo Apostólico

Creio na Santa Igreja Católica

A Igreja, de alguma forma, reflete em si mesma a luz do Cristo. Deste modo, todo ato de fé colocado na Igreja tem por objeto último Deus, mas de modo reflexo, indireto. Crê-se em Deus através da Igreja.

imprimir

Em latim diz-se "Credo in Deum", ou seja, creio em Deus, no qual se vê o caso acusativo (uma das declinações da língua latina), que confere à afirmação uma ideia de movimento: eu dou meu coração a Deus, eu mergulho Nele. No entanto, quando se fala em latim sobre a Igreja a preposição desaparece, ou seja, diz-se somente "Credo Ecclesiam", o que em português seria o equivalente a "eu creio a Igreja", objeto direto. Mas, qual a diferença? A Igreja é objeto de fé, mas não da mesma forma que Deus. Existe uma diferença entre eles, muito bem esclarecida pela Lumen Gentium citada logo no início do Artigo 9 do Catecismo:

"Sendo Cristo a Luz dos Povos, este sacrossanto Sínodo, congregado no Espírito Santo deseja ardentemente anunciar o Evangelho a toda criatura e iluminar todos os homens com a claridade de Cristo que resplandece na face da Igreja" (748)

É o mistério da lua. A Igreja, de alguma forma, reflete em si mesma a luz do Cristo. Deste modo, todo ato de fé colocado na Igreja tem por objeto último Deus, mas de modo reflexo, indireto. Crê-se em Deus através da Igreja.

A Igreja, portanto, não é somente sujeito de fé, como costumeiramente se pensa, a Igreja crê. Ela...

Seja família conosco
Inscreva-se
Aulas do curso
Passaporte de acesso

A assinatura inclui

  • Acesso ilimitado aos 44 cursos da plataforma
  • Participação das aulas ao vivo exclusivas
  • Garantia de acesso aos lançamentos de novos cursos
  • Bibliografia
  • Download das aulas (.mp3)
  • Suporte personalizado
Assine Agora