CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Participe do nosso aniversário!

  • O aniversário é nosso, mas o presente é seu. Confira as ofertas:
  • Inscreva-se com 40% de desconto no plano anual;
  • Oportunidade de assinatura vitalícia. Um único pagamento para estudar conosco para sempre.
Assine agora
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Credo Apostólico

A comunhão dos Santos

Padre Paulo Ricardo, nesta aula, fala sobre o significado profundo da expressão "comunhão dos santos", da relacionalidade existente entre os que estão na Igreja padecente, militante e triunfante e de como todos formam a única família de Deus.

17

Quando no Credo se afirma: "[..] na comunhão dos santos", não se está fazendo referência somente àqueles santos que já foram canonizados, mas sim, de todos aqueles que foram incorporados à Igreja de Cristo, membros do Corpo de Cristo. O Catecismo completa esse raciocínio dizendo: "Que é a Igreja, se não a assembleia de todos os santos? A comunhão dos santos é precisamente a Igreja."(946).

Sendo a Igreja o Corpo de Cristo e sabendo que, de maneira lógica, deve existir uma relacionalidade entre os membros desse Corpo (que são todos os batizados), o Catecismo prossegue esclarecendo:

"Uma vez que todos os crentes formam um só corpo, o bem de uns é comunicado aos outros... Assim, é preciso crer que existe uma comunhão dos bens na Igreja. Mas o membro mais importante é Cristo, por ser a Cabeça... Assim, o bem de Cristo é comunicado a todos os membros, e essa comunicação se faz por meio dos sacramentos da Igreja. Como esta Igreja é governada por um só e mesmo Espírito, todos os bens que ela recebeu se tornam necessariamente um fundo comum." (947)

A ideia de "comunhão" traz em si uma distinção e um relacionamento. No caso da "comunhão dos santos", eles estão...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos