CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Participe do nosso aniversário!

  • O aniversário é nosso, mas o presente é seu. Confira as ofertas:
  • Inscreva-se com 40% de desconto no plano anual;
  • Oportunidade de assinatura vitalícia. Um único pagamento para estudar conosco para sempre.
Assine agora
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Credo Apostólico

Concebido pelo poder do Espírito Santo

A aula de hoje introduzirá o capítulo destinado à Mariologia. Falar sobre a Virgem Santíssima e falar do próprio Cristo é uma necessidade, por isso, o Concílio Vaticano II lançou a tendência de inserir a Mariologia dentro da Cristologia, o que se percebe pela ausência de um documento exclusivo sobre Maria neste concílio.

23

A aula de hoje introduzirá o capítulo destinado à Mariologia. Falar sobre a Virgem Santíssima e falar do próprio Cristo é uma necessidade, por isso, o Concílio Vaticano II lançou a tendência de inserir a Mariologia dentro da Cristologia, o que se percebe pela ausência de um documento exclusivo sobre Maria neste concílio.

O Concílio Vaticano II inseriu as decisões acerca de Maria na Constituição Dogmática Lumen Gentium, e isso se deu porque o CVII é um documento eclesiológico e não cristológico. Essa tendência ganhou corpo e até hoje se vê nos curso de Teologia a mariologia sendo tratada dentro do contexto da eclesiologia. O problema imediato é que a mariologia fica incompleta, pois a Virgem Santíssima deve ser estudada e tratada nos dois âmbitos: cristológico e eclesiológico, os quais estão também intimamente ligados.

A realidade acerca de Maria Santíssima é sempre paradoxal, por exemplo, ela é filha de Deus, mas é Mãe de Deus, ela é serva de Deus, mas é Senhora, é membro da Igreja, mas é Mãe da Igreja, e assim por diante. É preciso recordar sempre que à ela foi concedido um privilégio único, jamais concedido a nenhuma criatura: ela gerou o Filho de Deus....

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos